Atendendo o clamor antigo de parte da sociedade em diversos lugares do mundo, a Avon tomou a decisão de banir todos os testes animais, de todas as suas marcas e mercados. A iniciativa envolve, inclusive, a China, onde o procedimento é obrigatório por leis locais para determinados tipos e categorias de produtos, como protetores solares e desodorantes.

Com isso, a companhia permanece no mercado chinês, mas de forma adaptada, com algumas reformulações nas linhas de produtos e com abertura de novos canais de e-commerce, que não exijam o cumprimento dos requisitos legais do país para testes em animais. Segundo a empresa global, a mudança envolveu o esforço de diversas áreas, desde P&D, supply chain até mesmo marketing e comunicação.

De acordo com o presidente da Avon, José Vicente Marino, a companhia não acredita que os testes em animais sejam necessários para garantir a segurança de um produto e que a organização tem trabalhado para promover a inserção de métodos alternativos de produção há diversos anos. “Estamos confiantes de que esse avanço apoiará nossos esforços para atender às expectativas de nossos clientes e Revendedoras em todo o mundo”, comenta Marino, em comunicado encaminhado para a imprensa.

Vale lembrar que, em maio deste ano, a brasileira Natura fez a aquisição da operação global da Avon, criando o quarto maior grupo de beleza do mundo, com faturamento bruto superior a US$ 10 bilhões.

Fonte: Meio e Mensagem

Publicado por conrerp5 em 19 - dezembro - 2019 Notícias

Deixe seu comentário