Saiba quais são os programas indicados para jornalistas e profissionais de relações públicas.

Os mais atentos aos fenômenos da internet já notaram: podcasts estão em alta. O formato ganhou tamanha relevância, que 40% dos internautas brasileiros afirmam já ter ouvido algum podcast. Diante disso, têm surgido programas para públicos cada vez mais segmentados, incluindo o de relações públicas.

 

Relações Públicas: os podcasts imperdíveis para quem atua na área

Alguns números revelam a força dos podcasts, viabilizados pelo surgimento da internet e das plataformas digitais.
Segundo o Spotify, no mundo todo o consumo de podcasts na plataforma cresceu 330% entre 2017 e 2018. No Brasil, eles já fazem parte da rotina diária de 19% dos usuários de internet, de acordo com o Ibope.
Geralmente são ouvidos nos trajetos para o trabalho, durante a realização de atividades domésticas ou na prática de exercícios físicos.

Confira a seleção de programas que mostram por que podcasts são uma ótima fonte de conteúdo também para profissionais de relações públicas.

 

1. PR Week

O podcast da publicação norte-americana, especializada em relações públicas, traz entrevistas com profissionais renomados da comunicação.

As conversas, que giram em torno de 30 minutos, contemplam visões aprofundadas acerca de novas tendências das relações públicas. Além disso, apresentam dicas e relatos de desafios enfrentados pelas áreas de RP de grandes organizações.

Já passaram pelo programa nomes como Andy Polanski, CEO da segunda maior agência de RP do mundo – a Weber Shandwick, Tina McCorkindale, presidente do Institute for PRMichael Sneed, CCO da Johnson & Johnson, entre outros.

Uma ótima oportunidade de fazer benchmarking e entender como outras empresas encaram os desafios da comunicação na era dos dados.

 

2. The Talking Points

O The Talking Points traz as notícias e novidades mais relevantes para as áreas de relações públicas, mídias sociais, marketing, e tudo mais relativo à comunicação.

O programa já é considerado um dos mais tradicionais para esse público, tendo mais de 114 edições no ar.

Destaque para o episódio 110, que aborda os dados do Relatório Global de Comunicação da USC Annenberg, e como millennials confiam mais em influenciadores da internet do que em parentes.

Também vale assistir ao episódio 101, com dicas de comunicação para 2019.

Em suma, se você deseja acompanhar as principais questões acerca do desenvolvimento da comunicação corporativa e relações públicas no mundo, esse é o podcast ideal.

 

3. The Daily

podcast do New York Times vai ao ar cinco vezes na semana, em episódios curtos, de 20 minutos. Produzido pelo time de jornalismo do veículo, o The Daily vai atrás das pautas mais diversas.

Os temas passam por política, relações internacionais, comportamento, tecnologia, entre outras editorias.

Assim, o podcast é um produto imperdível para quem quer se manter informado sobre os temas em alta no mundo.

 

4. Meio e Mensagem

Um dos principais portais de comunicação e mídia do país, o Meio e Mensagem também entrou na onda dos podcasts com o 100 dias de inovação.

O produto, lançado em 2019, é uma série focada em tecnologia, e aborda temas como dados e estratégia e impactos da tecnologia na mídia e publicidade.

Um podcast obrigatório para jornalistas e profissionais de relações públicas se atualizarem sobre inovação no mercado da comunicação.

 

5. Durma Com Essa (+ bônus)

Conhecido por contextualizar fatos e notícias em pauta na sociedade, o Nexo Jornal agora também conta com um Podcast, o Durma Com Essa.

O programa é apresentado de segunda a quinta, e traz uma visão diferenciada sobre acontecimentos marcantes do dia, que vão da política à tecnologia.

Os episódios curtinhos, de até 15 minutos, são perfeitos para quem tem uma rotina corrida, mas não quer ficar desinformado sobre o que está acontecendo no país e no mundo.

O veículo conta ainda com outros podcasts, como o Politiquês, um produto semanal que “mostra as ideias que movimentam o país e os conceitos que estão na base do debate político”.

 

6. Braincast

O portal de criatividade e inovação Braincast possui um dos podcasts mais populares do país, o Braincast. O produto trata de temas referentes à criatividade, entretenimento e inovação.

Com mais de 200 episódios no ar, é um programa indicado aos profissionais de relações públicas que querem estar atualizados sobre esses assuntos de uma maneira leve e, ao mesmo tempo, aprofundada.

Vale conferir episódios como A Ciência de Dados, que aborda como a análise e coleta de dados vem impactando a tomada de decisão nas empresas.

Outro destaque é o que debate O Profissional de Comunicação do Futuro, trazendo à tona as novas possibilidades de atuação e crescimento nesse campo.

 

7. Anticast

Um dos programas mais antigos do segmento, o Anticast se dedica desde 2011 a tratar de temas como comunicação, design e cultura digital.

Para quem atua com relações públicas, o podcast traz informações relevantes sobre assuntos cada vez mais em alta na área, como Storytelling.

Tem até um episódio sobre podcast, em que o programa explica a ascensão do formato no mundo e debate sua presença no Brasil.

 

8. Social Media Cast

Como sabemos, profissionais de relações públicas também precisam estar atentos ao que acontece nas redes sociais.

Por isso, um podcast imperdível é o Social Media Cast, que toda terça-feira promove discussões, ao vivo, sobre assuntos que orbitam o universo das mídias sociais.

Os episódios trazem sempre movimentações e números das principais empresas do setor, novidades das redes e tudo mais relacionado à tecnologia. Estratégia digital e fake news são alguns dos temas que já estiveram em pauta.

Publicado por conrerp5 em 23- janeiro - 2020 Destaques Notícias

Campanha publicitária conta a história de Andressa Alves, atacante da seleção brasileira

Reza a convenção social brasileira que menina deve brincar de boneca, mas se depender da Nike, o momento é de questionar velhos pensamentos. Como forma de incentivar que meninas descubram o futebol desde pequenas, a marca esportiva trouxe novo filme protagonizado por Andressa Alves, atacante da seleção brasileira de futebol feminino.

A campanha “A Boneca Que Nunca Pedi” é assinada pela Wieden + Kennedy São Paulo e narra a história da jogadora, que desde criança usava a cabeça de suas bonecas para jogar bola. “Imagine se todas as garotas que gostam de futebol recebessem uma bola em vez de uma boneca, onde o futebol feminino estaria hoje? Certamente o Brasil seria uma potência ainda maior no futebol feminino”, diz Martina Valle, diretora de marca para mulheres da Nike do Brasil.

Além do filme, a boneca que se transformou em bola se materializou e ganhou vida nas mãos da artista Elisa Sassi. A designer desenhou a boneca ideal da nova geração de meninas apaixonadas pelo esporte: uma boneca em formato de bola pronta para jogar futebol. O novo brinquedo que foi enviado para atletas, influenciadoras e mulheres engajadas e conectadas com o desenvolvimento do futebol feminino no país.

Publicado por conrerp5 em 29- maio - 2019 Destaques

De acordo com o estudo The Holmes Report, as 250 maiores agências do segmento somaram US$ 12,3 bilhões em receitas no ano passado, sendo cinco delas empresas brasileiras

indústria global de RP cresceu cerca de 5% em 2018, conforme aponta o mais recente relatório The Holmes Report, especializado em empresas do segmento. O documento lista as 250 maiores empresas de relações públicas do mundo, baseando-se na análise de resultados financeiros e coeficiente de crescimento submetidos por mais de 400 empresas ao redor do mundo.

Juntas, as empresas presentes no ranking somaram cerca de US$ 12,3 bilhões em receitas no período, em comparação a US$ 11,7 bilhões em 2017. Todas as ranqueadas faturaram pelo menos US$ 4,9 milhões individualmente. Embora o topo da lista seja ocupado por operações americanas — as primeiras colocadas são Edelman, Weber Shandwick, Burson Cohn & Wolfe, Fleishman Hillard e Ketchum, todas com escritórios no Brasil —, cinco empresas controladas pelo capital nacional foram listadas entre as 250 maiores.

A FSB Comunicações é a mais bem colocada entre as brasileiras, na 33ª posição, com receita de US$ 67,9 milhões no ano passado (alta de 5,2%, considerando valores em dólar dos dois últimos anos). Também compõem a lista o Grupo In Press (62ª posição, US$ 35,9 milhões, alta de 3,5%), o Grupo CDI (169ª posição, US$ 9,6 milhões, alta de 10,7%), a agência Approach (200ª posição, US$ 7,5 milhões, alta de 0,7%) e a RPMA Comunicação (209ª posição, US$ 6,9 milhões, variação negativa em dólar de 7,4%).

A presença de empresas brasileiras é reflexo da maturidade do segmento no Brasil, na avaliação de Flávio Castro, sócio-­diretor da FSB. “As agências daqui cresceram, se profissionalizaram, entraram em novos mercados e atingiram um padrão de entrega global”, afirma.

O crescimento também vem das entregas cada vez mais completas por parte das agências especializadas, que têm incrementado suas equipes com profissionais orientados a análise de dados e business intelligence, gerentes de projetos e videomakers. “Esta coisa de ter a equipe com 95% de jornalistas acabou”, argumenta Kiki Moretti, CEO do Grupo In Press. Áreas como compliance, governança corporativa, responsabilidade social e gestão de crises também estão no radar das empresas do segmento.

“Não queremos gerar somente visibilidade em mídia para o cliente. Relações Públicas não é mais sobre aparecer na capa de um veículo. Nosso objetivo é gerir reputação a longo prazo para trazer resultados de negócio”, defende o chief operating officer do Grupo CDI, Alexandre Alfredo.

Fonte: Meio & Mensagem

Publicado por conrerp5 em 27- maio - 2019 Destaques

Anuidade é a única fonte de renda que a autarquia tem para cumprir sua função social.

 

 

Se você tem débitos com o CONRERP5, este é o momento para quitar suas dívidas e ficar em dia com o seu Conselho. Portanto, quem tem anuidade em atraso – seja pessoa física ou pessoa jurídica, tem a oportunidade de conhecer as condições especiais de parcelamento.
Está em débito com o seu órgão de classe?
Entre em contato com o CONRERP5 ou vá até o Conselho e conheça as condições para parcelar sua dívida.
Presencialmente: compareça à sede do CONRERP5, que funciona das 13h às 18h, de segunda a sexta-feira, na Rua Odilon Santos, 205 – Shopping Rio Vermelho – Rio Vermelho, Salvador – Bahia.
Por telefone/e-mail: Entre em contato com a CONRERP5:
Telefones: (71) 3012-7204 ou pelo WhatsApp (81) 991745490
O pagamento do tributo é única fonte de renda que a entidade recebe para cumprir sua função social.
Por ser uma autarquia federal, o CONRERP5 realiza o trabalho de fiscalização da profissão, que é uma função do estado, sem receber nenhuma verba da União para desempenhar essa atividade. E por isso precisa cobrar a anuidade, de natureza tributária e obrigatória, de toda a categoria profissional.

Ao pagar a anuidade, a categoria contribui para que o CONRERP5 realize suas ações de fiscalização e, também, suas atividades políticas em defesa das Relações Públicas e do fortalecimento e valorização do profissional de toda a categoria. Além disso, é com a anuidade que o Conselho custeia todo seu corpo funcional, responsável direto pelo expediente do CONRERP5, em atender as/os Relações Públicas. Renegocie os seus débitos! E fique em dia com o seu Conselho!

 

Publicado por conrerp5 em 18- maio - 2019 Destaques

 

Atualize seus dados no formulário abaixo. Clique aqui caso não consiga visualizar o formulário.

 

 

 

Publicado por conrerp5 em 29- novembro - 2018 Destaques